Quarenta dias ap�s a ressurrei��o, Jesus e os Ap�stolos reuniram-se no Monte das Oliveiras. Havia chegado o momento de Sua partida. O Senhor completara todo o trabalho que tinha de fazer na ocasi�o e devia voltar ao Pai Celestial at� o dia de Sua segunda vinda.

Depois de instruir os Ap�stolos, Jesus ascendeu aos c�us. Enquanto os Ap�stolos olhavam para o c�u, dois anjos colocaram-se ao lado e disseram: "Homens galileus, por que estais olhando para o c�u? Esse Jesus, que dentre v�s foi recebido em cima no c�u, h� de vir assim como para o c�u o vistes ir." (Atos 1:11)

Daquele momento at� o presente, os seguidores de Jesus v�m esperando pela Segunda Vinda.

Quando Jesus Cristo vier de novo � Terra, Ele far� o seguinte:

1. Purificar� a Terra e vir� com poder e grande gl�ria. Nessa �poca, os in�quos ser�o destru�dos. Todas as coisas corruptas ser�o queimadas, e a Terra ser� purificada pelo fogo (ver D&C 101:24-25).

2. Julgar� o Seu povo (ver cap�tulo 46, "O Julgamento Final"). Quando Jesus vier de novo, julgar� as na��es e separar� os justos dos in�quos (ver Mateus 25:31-46). Jo�o, o Revelador, escreveu o seguinte sobre esse julgamento: "E vi tronos; e assentaram-se sobre eles, e foi-lhes dado o poder de julgar; e vi as almas daqueles que foram degolados pelo testemunho de Jesus, e pela palavra de Deus (...) e viveram, e reinaram com Cristo durante mil anos." Os in�quos que ele viu, "n�o reviveram, at� que os mil anos se acabaram" (Apocalipse 20:4-5; ver tamb�m D&C 88:95-98).

3. Iniciar� o Mil�nio, que � o per�odo de mil anos no qual Jesus reinar� sobre a Terra. No in�cio desse per�odo, os retos ser�o arrebatados para se encontrarem com Ele (ver cap�tulo 44, "O Mil�nio")�

Brigham Young disse:

"No Mil�nio, quando o Reino de Deus estiver estabelecido sobre a Terra em poder, gl�ria e perfei��o, e for subjugado o reino da iniq�idade que h� tanto tempo prevalecia, os santos de Deus ter�o o privil�gio de construir seus templos e de neles entrar, tornando-se como que pilares dos templos de Deus, e oficiar�o em favor de seus mortos (...). E receberemos revela��es para conhecermos quem foram os nossos ancestrais at� o tempo do Patriarca Ad�o e da M�e Eva, e entraremos nos templos de Deus e por eles oficiaremos. Ent�o o homem ser� selado ao homem at� que seja formada uma corrente perfeita at� Ad�o, para que haja uma corrente perfeita do sacerd�cio desde Ad�o at� a cena final." (Discursos de Brigham Young, pp. 115-116.)

4. Completar� a Ressurrei��o. Os que tiverem o privil�gio de levantar-se na Ressurrei��o dos justos sair�o de suas sepulturas e ser�o arrebatados para encontrar o Salvador quando Ele vier dos c�us.

Depois que Jesus Cristo se levantou dos mortos, outras pessoas justas que haviam morrido tamb�m ressuscitaram. Elas apareceram em Jerusal�m e tamb�m no Continente Americano (ver Mateus 27:52-53; 3 N�fi 23:9). Isso foi o in�cio da Primeira Ressurrei��o. Algumas pessoas ressuscitaram desde ent�o. Os que j� o fizeram e os que ressuscitarem na �poca de Sua vinda, herdar�o a gl�ria do reino celestial (ver D&C 76:50-70).

Ap�s o in�cio do Mil�nio, os que forem receber a gl�ria terrestrial ressuscitar�o (ver D&C 88:99; D&C 76:71-80). Quando todos eles tiverem ressuscitado, a Primeira Ressurrei��o estar� completa.

Os in�quos que estiverem vivendo na �poca da segunda vinda do Senhor ser�o destru�dos na carne. Eles, juntamente com os in�quos que j� morreram, ter�o que esperar at� o fim do Mil�nio antes que possam se levantar da sepultura. No fim do Mil�nio, ocorrer� a Segunda Ressurrei��o. Todos os mortos restantes se levantar�o para se encontrarem com Deus. Eles herdar�o o reino telestial ou ser�o lan�ados na escurid�o com Satan�s (ver D&C 76:32-33; 81-112).

5. Ele ocupar� Seu lugar de direito como o rei do c�u e da Terra. A Igreja se tornar� parte desse reino. Ele reger� todos os povos da Terra, em paz, por mil anos.

Quando Jesus Cristo veio � Terra pela primeira vez, n�o veio em gl�ria, mas nasceu num est�bulo e foi colocado numa manjedoura. N�o veio com grandes ex�rcitos como os judeus esperavam do seu Salvador. Ao inv�s disso, veio, dizendo: "Amai a vossos inimigos (...) fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem." (Mateus 5:44) Jesus foi rejeitado e crucificado, mas n�o ser� rejeitado em Sua segunda vinda, "pois todo ouvido o ouvir�, e toda l�ngua confessar�" que Jesus � o Cristo (D&C 88:104). Ele ser� saudado como o "Senhor dos senhores e Rei dos reis". Ser� chamado "Maravilhoso, Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Pr�ncipe da Paz" (Isa�as 9:6).

As informa��es acerca de como saberemos quanto � proximidade da segunda vinda de Jesus encontram-se no cap�tulo 41, "Sinais da Segunda Vinda".

Quando Jesus nasceu, bem poucas pessoas sabiam que havia nascido o Salvador do mundo. Quando voltar, n�o haver� d�vida sobre quem Ele �. Ningu�m sabe o momento exato da vinda do Salvador. "Daquele dia e hora ningu�m sabe, nem os anjos do c�u, mas unicamente meu Pai." (Mateus 24:36)

O Senhor usou uma par�bola para nos dar uma id�ia acerca do momento de Sua vinda, dizendo:

"Aprendei, pois, a par�bola da figueira: Quando j� o seu ramo se torna tenro, e brota folhas, bem sabeis que j� est� pr�ximo o ver�o.

Assim tamb�m v�s, quando virdes sucederem estas coisas, sabei que j� est� perto, �s portas." (Marcos 13:28-29)

O Senhor nos deu tamb�m sinais para informar-nos quando Sua vinda estivesse pr�xima. Ap�s mencionar esses sinais, preveniu:

"Vigiai, pois, porque n�o sabeis a que hora h� de vir o vosso Senhor (...)

Por isso, estai v�s apercebidos tamb�m; porque o Filho do homem h� de vir � hora em que n�o penseis" (Mateus 24:42-44).

A melhor maneira de nos prepararmos para a vinda do Salvador � aceitar os ensinamentos do evangelho, tornando-os parte de nossa vida. Depois, viver cada dia da melhor forma poss�vel, como Jesus ensinou quando esteve na Terra. Podemos buscar orienta��o do profeta e seguir seus conselhos. Podemos viver dignos de ter o Esp�rito Santo como guia. Dessa forma, estaremos esperando a vinda do Salvador com alegria e n�o com temor. O Senhor disse: "N�o temais, pequeno rebanho, o reino � vosso at� a minha vinda. Eis que depressa venho. Assim seja. Am�m." (D&C 35:27)

� Jo�o 14:2-3; Mateus 26:64 (Jesus deve preparar um lugar e voltar)

� Malaquias 3:2-3; 4:1; D&C 64:23-25 (a Terra ser� queimada)

� D&C 133:41-51 (os in�quos ser�o destru�dos)

� Mateus 13:40-43 (predito o Julgamento)

� I Cor�ntios 15:40-12; D&C 78; 88:17-35 (graus de gl�ria)

� II Cor�ntios 12:2 (um homem arrebatado ao terceiro c�u)

� D&C 43:29-30; 29:11 (a vinda do Salvador iniciar� o Mil�nio)

� Regras de F� 1:10 (Jesus dever� reinar)

� Alma 11:43-44; Alma 40 (a Ressurrei��o � explicada)

� Helam� 14:25 (os mortos se levantar�o)

� Zacarias 14:9; Apocalipse 11:15; 1 N�fi 22:24-26 (Jesus governar� como rei)

 

<< Cap�tulo 42

Sum�rio

P�gina Inicial

Cap�tulo 44 >>