Joseph Smith buscou ajuda na B�blia
Enquanto tentava decidir a qual igreja unir-se, Joseph buscou ajuda na B�blia. L�, leu o seguinte: "Pe�a a Deus".

     Joseph Smith tinha 14 anos e queria saber a qual igreja deveria unir-se. Por isso, perguntou a Deus em sincera ora��o. Em resposta a sua ora��o, Deus, o Pai, e Seu Filho, Jesus Cristo, apareceram a Joseph e disseram-lhe que a verdadeira Igreja de Jesus Cristo n�o estava na Terra e que o haviam escolhido para restaur�-la.

     A partir daquele dia, Joseph trabalhou a servi�o de Deus no estabelecimento d'A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Ultimas Dias e na constru��o do Reino de Deus sobre a Terra nos �ltimos dias. Os membros fi�is da Igreja testificam que Jesus Cristo � o Salvador e Redentor do mundo. Hoje, Jesus dirige a Sua Igreja por meio de revela��o a um profeta na Terra. Joseph Smith foi um desses profetas. Embora Joseph tenha conseguido muito em sua vida, o mais importante foi sua dedica��o em ser disc�pulo e testemunha de Jesus Cristo. Ele escreveu: "(...) depois dos muitos testemunhos que se prestaram dele, este � o testemunho, �ltimo de todos, que n�s damos dele: Que ele vive!". (Doutrina e Conv�nios 76:22)

     Aqueles que receberem testemunho do Profeta pelo poder do Esp�rito Santo saber�o que o trabalho que ele foi chamado a fazer � verdadeiro. Tamb�m poder�o conhecer a paz e alegria que v�m por interm�dio do Salvador Jesus Cristo, a quem Joseph Smith adorou e serviu.

     Joseph Smith nasceu em 1805, na cidade de Sharon, Estado de Vermont. Esta narrativa inicia-se quando ele tinha 14 anos de idade, morava com sua fam�lia em Nova York e refletia seriamente para saber a qual igreja deveria unir-se. O que se segue � a experi�ncia de Joseph, em suas pr�prias palavras.

     Durante esses dias de grande alvoro�o, minha mente foi levada a s�rias reflex�es e grande inquieta��o; (...) muitas vezes disse a mim mesmo: Que deve ser feito? Quem, dentre todos esses grupos est� certo, ou est�o todos igualmente errados? Se algum deles � correto, qual �, e como poderei sab�-lo?

     Em meio � inquieta��o extrema causada pelas controv�rsias desses grupos de religiosos, li um dia na Ep�stola de Tiago, primeiro cap�tulo, vers�culo cinco, o seguinte: "E, se algum de v�s tem falta de sabedoria, pe�a-a a Deus, que a todos da liberalmente, e o n�o lan�a em rosto, e ser-lhe-� dada".

     Jamais uma passagem de escritura penetrou com mais poder no cora��o de um homem do que essa, naquele momento, no meu. Pareceu entrar com grande for�a em cada fibra de meu cora��o. Refleti repetidamente sobre ela, tendo consci�ncia de que se algu�m necessitava da sabedoria de Deus, este era eu, pois eu n�o sabia como agir e, a menos que conseguisse obter mais sabedoria do que a que tinha ent�o, nunca saberia; pois os religiosos das diferentes seitas interpretavam as mesmas passagens de escritura de maneira t�o diferente, que destru�am toda a confian�a na solu��o do problema atrav�s de uma consulta a B�blia.

     Finalmente cheguei a conclus�o de que teria de permanecer em trevas e confus�o, ou fazer como Tiago aconselha, isto �, pedir a Deus. Resolvi "pedir a Deus", concluindo que, se ele dava sabedoria aos que tinham falta dela e concedia-a liberalmente, sem censura, eu podia aventurar-me.

<<<

P�gina Inicial

>>>