"Os poderes sagrados de procria��o [devem ser] empregados
somente entre homem e mulher, legalmente casados."
("A Fam�lia: Proclama��o ao Mundo")

     A intimidade f�sica entre marido e mulher � bela e sagrada. � ordenada por Deus para a cria��o de filhos e para a express�o do amor conjugal. Deus ordenou-nos que a intimidade sexual fosse reservada para o casamento.
     Quando voc�s obedecem ao mandamento de Deus de ser sexualmente puros, preparam-se para realizar conv�nios sagrados no templo e mant�-los. Voc�s se preparam para edificar um casamento s�lido e para trazer filhos ao mundo como parte de uma fam�lia que se ama. Voc�s se protegem contra os danos emocionais que sempre adv�m da troca de intimidades sexuais com algu�m fora dos la�os do casamento.

O Templo de Salt Lake

     N�o tenham nenhuma rela��o sexual antes de casar-se, e sejam completamente fi�is a seu c�njuge depois do casamento. Satan�s os tentar� para que racionalizem e achem que as intimidades sexuais antes do casamento s�o aceit�veis quando as duas pessoas se amam. Isso n�o � verdade. � vista de Deus, os pecados sexuais s�o extremamente s�rios porque aviltam o poder que Deus nos deu para criar a vida. O profeta Alma ensinou que os pecados sexuais s�o mais graves do que quaisquer outros pecados, com exce��o do assassinato ou negar o Esp�rito
Santo. (Ver Alma 39:5)
     Antes de casar-se, n�o fa�am nada que desperte as poderosas emo��es que s� devem ser manifestadas no casamento. N�o troquem beijos apaixonados, nem deitem uns por cima dos outros, n�o toquem as partes �ntimas e sagradas do corpo de outra pessoa, com ou sem roupas. N�o permitam que ningu�m fa�a isso com voc�s. N�o despertem essas emo��es em seu pr�prio corpo.

     Nas culturas em que os encontros e o namoro s�o aceit�veis, tratem sempre seus companheiros com respeito, nunca como um objeto a ser usado para seus desejos lascivos. Permane�am em situa��es seguras onde possam facilmente controlar seus sentimentos f�sicos. N�o participem de conversas ou atividades que despertem desejos sexuais.
     A atividade homossexual � um pecado s�rio. Se estiverem lutando contra uma atra��o por algu�m do mesmo sexo, procurem o conselho de seus pais e bispo. Eles os ajudar�o.
     As v�timas de estupro, incesto ou outros abusos sexuais n�o s�o culpadas de pecado. Se voc�s foram v�timas de qualquer um desses crimes, saibam que s�o inocentes e que Deus os ama. Procurem o conselho de seu bispo imediatamente, para que ele possa ajudar a gui�-los pelo processo da cura emocional.
     Se voc�s forem tentados a cometer transgress�es sexuais, procurem a ajuda de seus pais, seu bispo e amigos em quem possam confiar. Orem ao Senhor, que os ajudar� a resistir � tenta��o e sobrepujar pensamentos e sentimentos inadequados.
     Se tiverem cometido transgress�es sexuais, iniciem agora o processo de arrependimento para que possam encontrar paz interior e tenham a plena companhia do Esp�rito. Busquem o perd�o do Senhor. Falem com seu bispo. Ele os ajudar� a obterem o perd�o dispon�vel para aqueles que realmente se arrependem.

G�nesis 39:1-12; Doutrina e Conv�nios 38:42

P�gina Inicial